marca-piodecimo-topo

Últimas doBlog

Egressa de Química da Faculdade Pio Décimo é aprovada em doutorado

20 de Junho de 2022

A química Valéria Vieira Moura Paixão, formada na Faculdade Pio Décimo em 2018, foi aprovada no Doutorado, do Programa de Pós-graduação em Química (PPGQ), da Universidade Federal de Sergipe (UFS), em São Cristóvão. Valéria concluiu o Mestrado em Química, também na UFS, em 2022.
 
O título da dissertação do Mestrado, de Valéria, chama-se “Estudos in sílico para a seleção de alcaloides com potencial atividade de inibição da tireodoxina glutationa redutase do Schistosoma mansoni”, no qual foi pesquisado o desenvolvimento de novos fármacos, através de alcaloides, para inibir a proliferação da doença esquistossomose mansônica, causada pelo parasito Schistosoma mansoni. Na pesquisa, foram selecionados 43 alcaloides promissores em inibir a doença. Um desses alcaloides é possível encontrar na planta Jaborandi (Pilocarpus microphyllus).
 
Logo após a conclusão do Mestrado, Valéria foi aprovada no Doutorado em Química da UFS. Na nova jornada acadêmica, a química vai avaliar, in sílico - através de uma simulação computacional -, a atividade biológica, farmacológica e toxicóloga de líquidos iônicos em células humana.
 
Como no Mestrado, no Doutorado, Valéria vai utilizar, também, a quimioinformática - ciência interdisciplinar que utiliza recursos das ciências da computação e informação para resolver problemas da química - para concluir sua pesquisa, mas ela deixa claro que a paixão pela área surgiu por um erro na divulgação do edital.
 
“Quando eu me inscrevi para o Mestrado, no edital constava "síntese orgânica". Um erro de quem editou ou preparou o edital, eu acho. Sempre desejei ser química sintética. Quando fui aprovada/convocada para uma reunião no meu grupo de pesquisa e descobri que ia trabalhar com quimioinformática...quase surtei!”, lembra.
 
Esse surto inicial virou amor e ela acrescenta que hoje em dia a quimioinformática “é como uma droga para mim, quanto mais eu provo, mais sinto a necessidade de provar cada dia mais. Sim, hoje sou uma viciada nessa área”, conta sorrindo.
 
Valéria conta que o caminho até a aprovação do Doutorado não foi fácil. Ela teve que enfrentar o machismo estrutural que determinava a cozinha e os afazeres domésticos como seu futuro. Mas, decidida do que queria, Valéria, foi em busca dos seus sonhos. As professoras da Faculdade Pio Décimo - Maria Clara Pinto Curz e Lenalda Dias – foram as principais incentivadoras da vida acadêmica da Doutoranda.
 
“Quando for publicar não deixe de citar as professoras: Maria Clara Pinto Cruz - por te me incentivado a continuar seguindo em frente, por me ajudar a superar meus limites e, principalmente, por ter acreditado e confiado em mim – e a professora Lenalda Dias - por ser minha maior motivação”, conta a futura Doutora em Química.

cafe_com_literatura_28 - Copia.jpg